location_on
highlight
train
chat
staff
calendário
taça das casas
destaques
adm CP
mod CP

abr., 2024

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
31 01 02 03 04 05 06
07 08 09 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 01 02 03 04

01 nov → 22 nov, 2023


2017 highlights

G

t. de quadribol

2019 → 2020
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

2021 → 2022
-------
-------
H

t. de quadribol

2022 → 2023
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

2020 → 2021
-------
-------

R

t. de quadribol

-------
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

-------
-------
-------
S

t. de quadribol

2021 → 2022
2020 → 2021
-------
hourglass_empty

t. das casas

2022 → 2023
2019 → 2020
-------
close
Destinatário
CC (até 100 nomes. um por linha.)
Título
Sua mensagem
Last
Train
Home.
RPG PÓS-POTTER. 2024. HOGWARTS, MINISTÉRIO DA MAGIA, CIVIS & FANTASMAS.
keyboard_arrow_down



 lembretes

  • Usar sobrenomes canon é um dos motivos para barragem da sua ficha. Utilize o nosso autenticador para ter certeza de que está indo pelo caminho certo!
  • Em título, coloque: Sobrenome, Nome. Sem nomes do meio, sem abreviações.
  • Em subtítulo, coloque o núcleo da qual sua personagem faz parte (Civilians, Ministry of Magic). Caso seja de Hogwarts, informe a casa da personagem e o seu ano também.
  • Não use photoplayers que participaram dos filmes de Harry Potter. Isso também garante uma barragem de ficha!
  • Infelizmente, as fichas não têm como dar preview por conta do jQuery que tem dentro delas. Caso queira dar preview, você vai precisar tirar a parte de boletim/N.O.Ms/N.I.E.Ms e depois colocar de volta. Para mais informações, veja este aviso de ADM.
  • Qualquer dúvida, poste neste tópico. Não se acanhe!

 
reply_all
content_paste
poll

 GALLAGHER, LEO, ravenclaw, 7th
0 posts
flare
5 LTH points
1, 18, Família mestiça
2clubes de música e de teatro

link May 11 2018, 12:36 AM W.S. // no keyboard_arrow_right J. keyboard_arrow_right enviar coruja

Leo Gallagher

Perfil

NOME COMPLETO Leo Rhett Gallagher.
DATA DE NASCIMENTO 17/11/2005.
LOCAL DE NASCIMENTO Liverpool, Inglaterra.
RAÇA & SANGUE Mestiço.
VARINHA Nogueira, 23 cm, rígida (inflexível). Núcleo formado por corda de coração de dragão.
NÚCLEO & CARGO Hogwarts; Ravenclaw, 7th.
Clube de Música e de Teatro.
HABILIDADE xxx
PHOTOPLAYER Austin Butler.
PLAYER J.

Histórico

Resultados definitivos dos N.O.M.s

Atributos

FORÇA 02 AGILIDADE 02
RESISTÊNCIA 08 INTELIGÊNCIA 10
PERSUASÃO 03 FORÇA DE VONTADE 08

Informações extras

O personagem ingressou na escola um ano depois e ficou um ano parado por conta de tragédias familiares.
A sobra de pontos de 125 é intencional.
Este post possui conteúdo sensível.
(Mais informações)

morte, assassinato, sacrifício, menção à: claustrofobia, ingestão de bebida alcoólica (terceiros e menores de idade), uso de drogas (terceiros e menores de idade)

Personalidade

"In 2001 the Guinness Book of Records declared Liverpool "City of Pop" due to the many number one records to have emerged from the city..." The Telegraph

    Nascer em Liverpool não é pra qualquer um; crescer lá muito menos. Viver rodeado de músicos, festas, diversão e pessoas extrovertidas é simplesmente um ótimo ambiente para qualquer criança. Artistas para todos os cantos, Liverpool é um dos lugares com o maior número de crianças criativas no mundo, ou pelo menos no Reino Unido, e Leo é uma delas.
Seu primeiro brinquedo foi um ukulele, passando para um xilofone, um violão, um piano, e tantos outros instrumentos musicais. Também brincava com massinha, legos, pintura e esculturas. Sua casa, apesar de ser o centro musical dos Gallagher, também era uma canvas vazia e pronta para que ele liberasse sua imaginação; e ele fazia. Curioso que só ele, vivia achando caminhos diferentes para cada canto da casa; isso quando não criava os seus próprios com fortes de travesseiros e diversas casas de árvore que nunca chegavam a ser colocadas na árvore porque o menino sempre queria adicionar algo novo. Ou recomeçar do zero.

A leitura estava junto com toda essa mania de explorar, é claro, e sua vontade de estudar minha da mesma. Gostava de conhecer o desconhecido, desbravar o mundo, conhecer novos e inusitados mundos e ter momentos impressionantes consigo mesmo enquanto lia algo novo ou encontrava uma nova caverna no próprio quintal (que era apenas um buraco, mas pra quem tem imaginação fértil, como ele, era facilmente uma caverna repleta de tesouros). Apesar de tudo era doce, gentil, educado, mais refinado do que deveria ser considerando a sua criação (antes da "era escura" da qual passou). Ser extremamente curioso também ajudava na hora de se meter em encrencas às vezes, mas nada muito exagerado, sua vontade de aprender era sempre maior e acabava se safando por demonstrar essa sede de conhecimento.

Um escritor nato, unia seu amor pela escrita com a música, praticamente o ar que respirava, e escrevia canções cada vez melhores. No inicio, realmente, comentar sobre cachorros latindo e sóis brilhando não era exatamente arte, mas lá pros nove, dez anos o menino já demonstrava certo talento. Gostava, porém, de escrever poesia, também, mas essa guardava apenas para si. Leitor ávido, sempre acreditou que deveria ler bastante para aprender mais e mais palavras que pudesse usar em suas canções no futuro. E, dizia sempre, tinha que saber escrever serenatas, também, porque um dia iria querer conquistar alguém assim. O coração de Leo, diga-se de passagem, é a coisa mais linda do mundo; enorme, aconchegante e acolhedor, sempre tem espaço pra mais um. Ficou severamente machucado depois da perda de seus pais, perda essa que ele considerava completamente desnecessária, mas sempre tentou observar tudo pelo lado positivo e acreditar que da experiência viria algo melhor, algo que fizesse sentido fazê-lo passar aquilo. Perdeu-se, é claro, por ser jovem, mas aos poucos se encontrou e, depois de encontrado não se perderia mais.

E ele tinha essa crença; budista, crente no karma e no amor. Tanto que sempre foi livre com suas paixões; gênero pra ele era algo irrelevante. Quem sentia era o coração, e ele era cego e surdo, mas nunca mudo.

    Leo era, como sempre será, um ponto de luz em meio à escuridão. A esperança em tempos difíceis. O arco-iris após a tempestade.

História

"Well we all just wanna be big rock-stars and live in hilltop houses driving fifteen cars... They'll get you anything with that evil smile, everybody's got a drug dealer on speed dial" Nickelback

Meus pais eram músicos. "Daí que veio a paixão pela música" você pensa, mas não. A verdade é que quando seus pais são músicos famosos, bem famosos, você aprende a ser deixado de lado. Aprende que ficar sozinho numa casa gigantesca é algo natural e que não tem problema nenhum comemorar seu aniversário duas semanas antes ou depois. Aprende que nada importa além dos fãs e dos álbuns e das músicas tocando nas rádios. Aprende que família passa a ter um significado totalmente diferente daquele que deveria. Mas, principalmente, aprende a cuidar de si mesmo bem mais rápido.

Meus pais se conheceram em Hogwarts, tinham uma dupla que fazia shows em eventos da escola, nada demais. Amavam a música mais do que a tudo na vida, até mesmo um ao outro. Sem a música, na verdade, nem sequer estariam juntos.

Se formaram na Escola de Magia e Bruxaria e foram para W.A.D.A. onde fizeram música juntos e resolveram se casar. Nada mais justo, não é? Namoraram por anos, praticamente desde que se conheceram no segundo ano. Era o passo natural das coisas, diziam as famílias. A banda poderia esperar. Mas não podia. Lutaram, batalharam e buscaram a fama no mundo bruxo, mas não a conseguiram. Resolveram, então, deixar a magia de lado e ser músicos trouxas mesmo. Já não usavam magia no dia a dia, acreditavam nos dedos e cordas vocais mais do que no encanto correndo em suas veias. E eis que ficaram famosos, por fim; fazendo turnês ao redor do mundo, viajando por cinco anos inteiros até que ficaram grávidos. Foi um erro mal calculado, é claro, estavam se divertindo na turnê, casados, tinham bebida, drogas, estavam juntos vinte e quatro horas por dia.. Tiveram que terminar os show por algum tempo. Focariam em novos álbuns, fazer vídeos no youtube para chamar mais fãs.

    E acredite se quiser; tudo isso deu certo.

O que não deu certo foi crescer nesse ambiente que, de acordo com meus pais, não me afetava em nada por ser muito pequeno para lembrar. Mas eu lembro de flashes, lembro de momentos, lembro de tópicos. Lembro de viajar o tempo todo, de não ter um horário específico pra dormir, de não ter ninguém pra mandar eu tomar banho ou escovar os dentes durante a noite, porque quem deveria fazer isso estava curtindo a vida enquanto eu ficava com a babá que, diga-se de passagem, dormia e me deixava fazer o que eu quisesse também.

A carta de Hogwarts chegou pra mim, mas meus pais tinham várias turnês naquele ano e me levaram junto. Não tinham um roadie e precisavam de um, o que me atrasou um ano a entrar no colégio. Eles até tentaram me segurar mais, mas não conseguiram. E quando eu cheguei lá, um ano mais velho do que todos os primeiranistas, eu finalmente comecei a ter uma vida mais regrada. Tinha horário pra tudo e, sinceramente? Adorava isso. As regras, os horários, tudo. Era tudo o máximo. Talvez por isso tenha ido parar na casa que parei, além de todos os outros aspectos da minha personalidade; pela minha vontade de organização de vida.

"So take a look at me now, there's just an empty space and there's nothing left here to remind me just the memory of your face. Oh take a look at me now, for there's just an empty space and you coming back to me is against the odds" Phil Collins

Já ouviu falar de John Lennon? De como um fã matou ele e tudo o mais? Surreal, né? Nem tanto. Nada surreal quando acontece com você, na verdade.

Meus pais saíram numa turnê enquanto eu estava no meu quarto ano de Hogwarts, com quinze anos; eles me mandavam cartas regularmente, cartões postais e fotos polaroid tiradas da platéia, do backstage, tudo isso. Eles não faziam isso por saudades, claro que não, faziam apenas para que os meus amigos soubessem que eles eram famosos e, de acordo com meus pais, me tratassem melhor por isso. Eu não fazia questão, na verdade, nem me importava com isso. Mas do nada as cartas pararam de chegar. Passaram-se dois meses antes de eu descobrir o que tinha acontecido, por causa de um amigo da família, também bruxo, ter me enviado a notícia. Um grupo de fãs sequestrou meus pais depois do último show deles na cidade e os levou para uma cabana ou algo do tipo, e lá fizeram um sacrifício.

    Os trouxas são muito estranhos, realmente, eles acreditam cegamente em santos e demônios e tudo o mais, chegando a matar os outros por causa disso.
Mas a questão é: minha vida passou a ser um caos por causa disso. Eu tive que lidar com uma vida trouxa que eu não tinha, mas graças à esse amigo dos meus pais consegui fazer tudo e comprar um apartamento pra mim, colocar o dinheiro numa poupança e seguir minha vida.

Acha que foi fácil assim?
Claro que não.

Logo depois que eles morreram, eu saí da escola; havia terminado meu quarto ano e já estava aprovado para o quinto, mas não conseguia ficar lá, era como se eu estivesse me sentindo claustrofóbico no meio de toda aquela pedra. Não mudou muito quando fui pra casa, também, mas passei um ano inteiro escrevendo canções sobre meus pais, sobre a minha vida mudando da água pro vinho e todos os outros clichês que se possa imaginar. Passei a passear, também, com os amigos dos meus pais e isso não prestou. Drogas, música, festa. Metade do tempo eu não sabia o que estava acontecendo, e nem como estava acontecendo - afinal eu era menor de idade, tinha quinze anos apenas.

"‘Cause I’ve been shaking, I’ve been bending backwards ‘til I’m broke; watching all these dreams go up in smoke. Let beauty come out of ashes.. And when I pray to God, all I ask is can beauty come out of ashes?" Céline Dion

Verdade seja dita, depois de um ano sem estudar, perdido no mundo que tirou meus pais de mim, gastando mais dinheiro do que deveria, a única coisa que conseguiu me trazer de volta foi Izzy. Izzy era apenas minha amiga na época, mas fazia questão de saber como eu estava, se estava bem, se estava escrevendo ao invés de sair pra festas e ficar doidão. Mandava cartas regularmente, também, falando do que estava acontecendo na escola e perguntando se eu não voltaria. E então eu voltei, fazendo meu quinto ano com dezesseis anos, mas continuando por causa dela. Pode ser o maior clichê do mundo, mas sem ela, não sei, acho que eu ainda estava lá perdido.


This post has been edited by Leo Gallagher: Yesterday at 12:27 pm


LEO GALLAGHER
FEITIÇOS, INGLÊS E LIT MÁGICA, TRATO DE CRIATURAS MÁGICAS
FOR 02 • AGI 02 • RES 08 • INT 10 • PER 03 • FV 08
• by Juun!
1457 posts
flare
4590 LTH points
1Administração., Twenty five and trying to survive, Família mestiça
2PIETRO MAXIMOFF PROTECTION SQUAD, Hipster with a degree. Cargo No fórum, corrijo fichas, tiro dúvidas e ajudo como posso. Habilidade: pedir pra aumentar a personalidade da ficha.
Philosopher's Stone

link May 20 2018, 04:37 PM W.S. // no keyboard_arrow_right Hiei keyboard_arrow_right enviar coruja
opa, calminha aí
Olá! O LTH deseja-lhe as boas vindas!
Para continuar a avaliação, pedimos para que cheque a sua caixa de mensagens, pois mandamos uma MP com algumas dúvidas em relação à ficha. Pedimos para que responda essa MP o mais rápido possível. Você tem 7 (sete) dias para responder e fazer todas as modificações necessárias, avisando-nos por MP e no próprio tópico quando tudo estiver nos conformes. Não se preocupe, até o prazo limite as suas vagas estarão asseguradas!


hiei

0 posts
flare
5 LTH points
1, 18, Família mestiça
2clubes de música e de teatro

link May 24 2018, 10:51 AM W.S. // no keyboard_arrow_right J. keyboard_arrow_right enviar coruja
MP respondida


LEO GALLAGHER
FEITIÇOS, INGLÊS E LIT MÁGICA, TRATO DE CRIATURAS MÁGICAS
FOR 02 • AGI 02 • RES 08 • INT 10 • PER 03 • FV 08
• by Juun!
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

perm_data_setting
reply_all
content_paste
poll


 


 

Affiliates [ View All | Link-us | Apply ]
Epifania roses & épines The Ministry RPG Dystopia O Jogo dos Tronos hawkins, 1985. Fênix Graphic 
 

© Last Train Home. Skin feita por Hana.
Ilustrações por Atomhawk Design. Pixels awards por Larwick.
Melhor visualização no Google Chrome. Para mais créditos, clique aqui.
since 19/04/2017.
forum keyboard_arrow_up
send
1 challenge V: easy O
1 prompt: zona sem magia
3 Oficial: adultos